12.9.07

Mais uma noite de insónias

Escrevo isto para não dizer nada. Mais vale a pena não me exprimir. E assim impludo em vez de explodir.

Travo sentimentos, reformulo expectativas, diluo a ilusão. Descubro um vazio dentro de mim e morro um pouco. Não admira que não consiga dormir. A noite está tão amarga...

Quando depois de adormecer, voltar a acordar, com que disposição estarei?

3 comentários:

olga disse...

É, há noites assim.
Se serve de consolo, também estou em noite de insónia! :) Eu sei que não é consolo algum, mas isso também não interessa nada.
E amanhã - com umas olheiras mais profundas - partiremos para um outro dia e isso é positivo, com toda a certeza! :)

/me disse...

É como dizes, a "desgraça alheia" não me serve de consolo. Mas a solidariedade alheia sim - obrigado! ;)

Chicão disse...

Ha noites assim. Também há dias assim, em que parece que as horas não passam, a cabeça fervilha com questões, formulações, desilusões, e outros ões que nos fazem por em causa tantas coisas.

Mas... Keep the faith! Always!

Abraço forte